.

Glitter Photos

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

CORAÇÃO INFANTIL

CORAÇÃO INFANTIL

Não relegues à sombra a criança que te pede aconchego ao templo do coração.

Ave implume no ninho de teus braços, desferirá seu vôo para os céus do futuro, transportando consigo a tua mensagem...

Cera frágil e delicada ao toque de tuas mãos, revelará no porvir as idéias que hoje plasmas em sua textura de flor...

Não lhe agraves no livro puro das impressões nascentes, senão caracteres da luz que te abençoe a memória.

Esses olhos surpresos que te observam as atitudes, esses ouvidos minúsculos que te guardam a palavra direta e essa alma doce e tenra que se levanta para a escola dos homens, assimilará teus exemplos, retratando-te a vida.

Ensina-lhes a conquista do bem, para que o mal não se desenvolva, sufocando-te as horas.

O divertimento do berço é o prelúdio da atividade na praça pública.

O brinquedo do lar inspira o trabalho no mundo.

Por que plantar no solo da experiência infantil as sementes de arrogância e preguiça, perversidade e destruição?

É justo acordes a criancinha para a noção da própria dignidade, mas, é lamentável lhe induzas ao crime.

É natural que o menino de agora se erga para o valor com que se mantenha acima das vicissitudes humanas, entretanto, devemos chorar sobre nossa própria maldade, toda vez que lhe inclinemos o espírito aos delitos da violência.

Coopera com o Senhor de Nossos Destinos, amparando os rebentos do campo terrestre, para que não se detenham, mais tarde, nas grades da corrigenda ou nos sepulcros da frustração.

Responderemos pelas miragens com que lhe formamos os sentimentos.

Compadece-te, pois, da criança que respira e sonha ao teu lado, auxiliando-a pensar e servir, a fim de que o trabalho lhe enriqueça o caminho e para que a educação lhe norteie o carácter.

Por amor ao teu próprio futuro, auxilia-a a crescer nos padrões do Divino Benfeitor, que nos advertiu, entre a responsabilidade e a ternura:

- DEIXAI VIR A MIM OS PEQUENINOS!...

E, conduzindo a Jesus as crianças de hoje, teremos o Reino de Deus na Terra, construído em favor de nós todos, pelos artífices de amanhã.


MEIMEI / Francisco C. Xavier
FONTE ::: Comandos do amor, por Espíritos diversos
* A Luz de Damasco *

IN: SENDA LUZ no LAR
-----------------------------------------------------------------------------

quarta-feira, 9 de setembro de 2009

ACENDE a LUZ

Ao longo do caminho em que jornadeias para diante,
encontrarás a treva a cercar-te em todos os flancos.

Trevas da ignorância em forma de incompreensão,
nevoeiros de ódio em forma de desespero,
neblinas de impaciência em forma de lágrimas
e sombras de loucura em forma de tentações sinistras.

Acende, porém, a luz da oração e caminha.
A prece é claridade que te auxiliará a ver a amargura das vítimas do mal,
as feridas dos que te ofendem sem perceber,
as mágoas dos que te perseguem
e a infelicidade dos que te caluniam.

Ora e segue, adiante.
O horizonte é sempre mais nobre
e a estrada sempre mais sublime,
desde que a oração permaneça em tua alma
em forma de confiança e de luz.

(Do livro "Servidores no Além", André Luiz)
------- -----
Realização:
Instituto André Luiz

http://www.institutoandreluiz.org
http://institutoandreluiz.blogspot.com/

terça-feira, 4 de agosto de 2009

PAI NOSSO



"Pai Nosso, que estais no Infinito das alturas,
dos mundos, dos sóis e dos céus.
Santificado seja vosso nome,
aqui na Terra e em todo Universo.
Venha a nós o vosso Reino de Amor
poder e Sabedoria.


Seja feita a vossa vontade,
assim na Terra como no Absoluto do Eterno
e do Imutável.

O pão nosso de cada dia,
dai-nos hoje e sempre, tanto para o
Espírito, como para o sustento do corpo.

Perdoai as nossas culpas, paixões e
maldades, assim como devemos
perdoar e amar a todos os nossos
devedores em ofensas e crimes,
segundo vossas Leis de Amor Universal.

E não nos deixeis cair em tentação do erro
e do pecado, tanto da mente como do corpo;
quer exterior quer interior.

E, livrai-nos de todo mal, tanto tangível
como intangível.
Livrai-nos Senhor, nós vo-lo pedimos na
mais profunda e secreta súplica, a nós,
que somos vossos servos humildes, de todos
os males e assaltos negativos, passados,
presentes e futuros, tanto da alma como do corpo.

Dai-nos pela vossa Suprema Bondade,
a paz e a saúde e sede-nos propício,
a fim de que possamos elevar-nos até à vossa presença.

Iluminados e redimidos, pelo nosso passado e pelo nosso presente,
pela intercessão da Bem Aventurada
e piedosa Mãe Maria Santíssima,
de Jesus Vosso Filho e nosso Senhor.

Mártire, imolado em todos os tempos
pela glória de vossa causa divina e eterna.

Assim seja."
----------------------------

quinta-feira, 2 de julho de 2009

Prece de Cipriana

Prece de Cipriana

Senhor Jesus,
Permanente inspiração de nossos caminhos,
Abre-nos, por misericórdia,
Como sempre,
As portas excelsas
De tua providência incomensurável...

Doador da vida,
Acorda-nos a consciência
Para semearmos ressurreição
Nos vales sombrios da morte;

Distribuidor do Sumo bem,
Ajuda-nos a combater o mal
Com as armas do espírito;

Príncipe da Paz,
Não nos deixes indiferentes
À discórdia
Que vergasta o coração
De nossos companheiros sofredores;

Mestre da Sabedoria,
Afugenta para longe de nós
A sensação de cansaço
À frente dos serviços
Que devemos prestar
Aos nossos irmãos ignorantes;

Emissário do Amor Divino,
Não nos concedas paz
Enquanto não vencermos
Os monstros da guerra e do ódio,
Cooperando contigo,
Em tua augusta obra terrestre;

Pastor da Luz Imortal,
Fortalece-nos,
Para que nunca nos intimidemos
Perante as angústias e desesperos das trevas;

Distribuidor da Riqueza Infinita,
Supre-nos as mãos
Com teus recursos ilimitados,
Para que sejamos úteis
A todos os seres do caminho,
Que ainda se sentem minguados
De teus dons imperecíveis;

Embaixador Angélico,
Não nos abandones ao desejo
De repousar indebitamente,
E converte-nos
Em teus servidores humildes,
Onde estivermos;

Mensageiro da Boa Nova,
Não permitas
Que nossos ouvidos adormeçam
Ao coro dos soluços
Dos que clamam por socorro
Nos círculos do sofrimento;

Companheiro da Eternidade,
Abençoa-nos as responsabilidades e deveres;
Não nos relegues à imperfeição
De que ainda somos portadores!

Dá-nos, amado Jesus, o favor de servir-te
E que o Supremo Senhor do Universo Te glorifique
Para sempre.
Assim Seja!...


Fonte: Informativo Espírita - Agosto de 2000
Autor Espititual: André Luiz
Psicografada por: Médium: Francisco Cândido Xavier

--------------------------------------------------------------------------------

Adaptação e encaminhamento:
http://sendaluznolar.no.sapo.pt
sendadeluz@gmail.com
------------------------------------------------

sexta-feira, 29 de maio de 2009

AMIGO INGRATO



Causa-te surpresa o facto de ser o teu acusador de agora, o amigo aturdido de ontem, que um dia te pediu abrigo ao coração gentil e ora não te concede ensejo, sequer, para esclarecimentos.

Despertas, espantado, ante a relação de impiedosas queixas que guardava de ti, ele que recebeu, dos teus lábios e da tua paciência, as excelentes lições de bondade e de sabedoria, com as quais cresceu emocional e culturalmente.

Percebes, acabrunhado, que as tuas palavras foram, pelo teu amigo, transformadas em relhos com os quais, neste momento, te rasga as carnes da alma, ele, que sempre se refugiou no teu conforto moral.

Reprova-te a conduta, o companheiro que recebeste com carinho, sustentando-lhe a fragilidade e contornando as suas reações de temperamento agressivo.

Tornou-se, de um para outro momento, dono da verdade e chama-te mentiroso.

Ofereceste-lhe licor estimulante e recebes vinagre de volta.

Doaste-lhe coragem para a luta, e retribui-te com o desânimo para que fracasses.

Ele pretende as estrelas e empurra-te para o pântano.

Repleta-se de amor e descarrega bílis na tua memória, ameaçando-te sem palavras.

Não te desalentes! O mundo é impermanente.

O afecto de hoje torna-se o adversário de amanhã.

As mãos que perfumas e beijas, serão, talvez, as que te esbofetearão, carregadas de urze.

Há mais crucificadores do que solidários na via de redenção.

Esquecem-se, os homens, do bem recebido, transformando-se em cobradores cruéis, sem possuírem qualquer crédito.

Talvez o teu amigo te inveje a paz, a irrestrita confiança em Deus, e, por isto, quer perturbar-te.

Persevera, tranquilo! Ele e isto, esta provação, passarão logo, menos o que és, o que faças.


Se erraste, e ele te azorraga, alegra-te, e resgata o teu equívoco.
Se estás inocente, credita-lhe as tuas dores atuais, que te aprimoram e te aproximam de Deus.

Não lhe guardes rancor.

Recorda que foi um amigo, quem traiu e acusou Jesus; outro amigo negou-O, três vezes consecutivas, e os demais amigos fugiram dEle.

Quase todos O abandonaram e O censuraram, tributando-Lhe a responsabilidade pelo medo e pelas dores que passaram a experimentar.

Todavia, Ele não os censurou, não os abandonou e voltou a buscá-los, inspirá-los e conduzi-los de volta ao reino de Deus, por amá-los em demasia.

Assim, não te permitas afligir, nem perturbar pelas acusações do teu amigo, que está enfermo e não sabe, porque a ingratidão, a impiedade e a indiferença são psicopatologias muito graves no organismo social e humano da Terra dos nossos dias.



FONTE: LIVRO: Momentos de Felicidade
Autor Espiritual : Joanna de Ângelis
Psicografada por: Divaldo Pereira Franco


IN: http://sendadeluz.no.sapo.pt/mensagens.htm

---------------------------------------------------------

segunda-feira, 6 de abril de 2009

HUMILDADE de CORAÇÃO

Humildade de Coração

“Bem-aventurados os pobres de espírito”: - proclamou o Senhor.

Nesse passo, porém, não vemos Jesus contra os tesouros culturais da Humanidade, mas, sim, exaltando a humildade de coração.

O mestre recordava-nos, no capítulo das bem-aventuranças, que é preciso trazer a mente descerrada à luz da vida para que a sabedoria e o amor encontrem seguro aconchego em nossa alma.

Hoje, como antigamente, somos defrontados, em toda parte, pelas escrituras encarceradas nos museus acadêmicos, cristalizadas nos preconceitos ruinosos, mumificadas em pontos de vista que lhes sombreiam a visão e algemadas a inutilidade do raciocínio ou do sentimento, engrossando as extensas fileiras da opressão.

Imprescindível clarear o pensamento, diante da natureza, e aceitar a extrema insignificância em que ainda agitamos, perante o Universo.

Jesus induzia-nos a esquecer a paralisia mental, em que, muitas vezes, nos comprazemos, inclinando-nos à adoção da simplicidade por norma de ascensão espiritual.

Esvaziemos o coração de todos os defeitos e de todos os fantasmas que experiências inferiores nos impuseram na peregrinação que nos trouxe ao presente.

Cada dia é nova revelação do Senhor para existência.

Cada companheiro da estrada é campo vivo a que podemos arrojar as sementes abençoadas da renovação.

Cada dor é uma benção para os que prosseguem acordados no conhecimento edificante.

Cada hora na marcha pode converter-se em plantação de beleza e alegria, se caminhamos obedecendo aos imperativos do trabalho constante no Infinito Bem.

Toda ciência do mundo, confrontada à sabedoria que nos espera, é menos que o ribeiro singelo ante o corpo ciclópico do oceano.

Toda riqueza dos homens perante a herança de luz que o Pai Celestial nos reserva, é minúsculo grão de pó na química planetária.

Sejamos simples e espontâneos, na senda em que a atualidade nos situa, aprendendo com a vida e doando à vida o melhor que pudermos, para que, em nos candidatando à láurea dos bem-aventurados, possamos ser realmente discípulos felizes daquele Amigo Eterno que nos recomendou:
-“Aprendei de mim que sou humilde de coração.”


FONTE: Livro "Refúgio"
Autor Espiritual : Emmanuel
Psicografada por: Francisco Cândido Xavier
------------------------------------------------------

SITE : http://sendadeluz.no.sapo.pt


--------------------------------------------